Archive for the ‘Japão’ Category

Consulado em Hamamatsu abre espaço para consultas sobre trabalho e empreendedorismo

Brasileiros podem receber orientações gratuitas e conhecer mais sobre as leis trabalhistas do Japãomanual brasileiros no japaoA comunidade brasileira no Japão conta agora com um novo espaço gratuito para esclarecer dúvidas trabalhistas, pedir orientações para problemas de trabalho e esclarecimentos sobre como abrir o próprio negócio.

O Espaço do Empreendedor Brasileiro (EEB) funciona no 5º andar do Consulado-geral do Brasil em Hamamatsu (Shizuoka) e atende de segunda a quarta-feira, das 9h às 13h. A sala é comandada pela coordenadora Vanessa Handa e conta também com a assessoria de um advogado para esclarecimentos jurídicos.

Os trabalhadores brasileiros poderão pedir orientações sobre questões trabalhistas, como acidente de trabalho, férias remuneradas, previdência social, seguro desemprego, licença maternidade e outros tópicos.

Para o micro e pequeno empresário que atua no Japão, há orientações sobre como oficializar o negócio, as obrigações e deveres com as leis do país, pagamento de impostos e contratação de funcionários. O espaço também oferece aconselhamento aos trabalhadores que querem investir mais no mercado japonês.

O serviço de aconselhamento presencial está disponível apenas em Hamamatsu, mas os brasileiros de outras regiões podem solicitar orientação através do telefone 053-450-8130 ou pelo e-mail: empreender.hamamatsu@itamaraty.gov.br.

“Nosso objetivo é construir um local de apoio, onde os empreendedores brasileiros e os trabalhadores que desejam investir em algo além da fábrica possam receber as orientações que precisam. Com o conhecimento necessário sobre os sistemas do país, criatividade e perseverança, é possível fazer qualquer negócio dar certo”, comentou Vanessa, em entrevista para a Alternativa.

Sobre empreendedorismo, Vanessa ressaltou a importância de oficializar o negócio no Japão e ficar atento aos pagamentos de impostos. “O empreendedor que não oficializa o negócio de acordo com as leis do Japão, corre o risco de ter que fechar as portas, principalmente se houver uma denúncia. Se não houver declarações de impostos, há problemas com a receita e há casos que resultam em multas e processos”, alertou.

Para os brasileiros interessados em conhecer mais sobre as leis trabalhistas do Japão, o Consulado oferece o “Pequeno Manual do Trabalhador no Japão” e o “Manual do Empreendedor Brasileiro no Japão”. Os manuais podem ser adquiridos no Consulado ou enviados pelo correio, mediante pagamento do serviço de entrega.

Também é possível fazer o download aqui.

O Consulado também está disponível para sugestões de serviços de orientação necessários para a comunidade.

Espaço do Empreendedor Brasileiro no Japão (EEB)
Atendimento: segundas, terças e quartas-feiras, das 9h às 13h.
Endereço: 〒430-0946 Shizuoka-ken, Hamamatsu-shi, Naka-ku, Motoshiro-cho, 115−10 5F (Sala 5) – Consulado-geral do Brasil em Hamamatsu
Telefone: 053-450-8130
E-mail: empreender.hamamatsu@itamaraty.gov.br
Página oficial: facebook.com/espacodoempreendedorbrasileironojapao/
Fonte: Alternativa

Anúncios

Creches passarão a ser gratuitas no Japão a partir de outubro de 2019, define governo

Data é a mesma do aumento do imposto sobre consumo de 8% para 10%

creches
O governo japonês definiu no sábado (26) que as creches e os jardins de infância do país passarão a ser gratuitos a partir de outubro de 2019, informou a agência de notícias Jiji Press.

A data é a mesma do aumento do imposto sobre consumo (shouhizei) de 8% para 10%.

A medida vai beneficiar todos os pais com filhos de 3 a 5 anos, independente da renda familiar.

No caso das crianças de 0 a 2 anos, apenas as famílias de baixa renda que estão isentas do imposto residencial (juuminzei) terão creches gratuitas para todos os filhos.

O governo decidiu colocar a vigoração das medidas em uma única data. A princípio, esses benefícios seriam oferecidos gradativamente entre abril de 2019 e abril de 2020.

A intenção do governo é de diminuir o impacto econômico que as famílias sofrerão com o aumento do imposto sobre consumo.

O sistema atual já contempla as famílias de baixa renda com creche gratuita para crianças de 0 a 2 anos de idade. No entanto, a gratuidade vale apenas a partir do segundo filho de famílias que recebem o benefício do seikatsu hogo (auxílio subsistência) ou estão isentas do imposto residencial.

As novas medidas para crianças de 0 a 2 anos também incluem o primeiro filho de uma família de baixa renda.

No final do ano passado, o gabinete do primeiro-ministro Shinzo Abe aprovou um pacote de ¥2 trilhões para expandir a assistência à educação infantil, sendo ¥1,7 trilhão de receitas fiscais e ¥300 bilhões de contribuições corporativas.

Abe pediu contribuições financeiras do setor corporativo que serão gastas para a abertura de 320 mil vagas em novas creches até o final do ano fiscal de 2020, além de aumento do salário dos professores a partir de abril de 2019.
Fonte: Alternativa

Japão planeja reduzir idade necessária para tirar habilitação de táxi e ônibus

País sofre com a falta de mão de obra e queda no número de motoristas

motorista taxi
A escassez de mão de obra no Japão vem atingindo também o setor de transportes, com um número de motoristas cada vez mais baixo.

A Agência Nacional de Polícia do Japão (NPA, em inglês) iniciou na quinta-feira (12) uma reunião avaliativa com especialistas, para decidir regras mais brandas que facilitem a aquisição da habilitação necessária para dirigir veículos de transporte de passageiros, como táxi e ônibus.

Uma das regras atuais é que o motorista interessado precisa ter mais de 21 anos. A NPA pensa em reduzir a idade, permitindo assim que pessoas mais jovens, como os recém-graduados no ensino médio (koukou) possam se tornar motorista.

Atualmente, a habilitação para táxi e ônibus pode ser tirada três anos após a obtenção da licença comum para carros, mas a intenção é de reduzir esse período para dois anos.

De acordo com uma reportagem do jornal Yomiuri, o envelhecimento populacional é uma das razões da atual escassez de trabalhadores neste setor.

A Federação Japonesa das Asssociações de Hire e Taxi informou que havia 380 mil motoristas registrados em 2005 e que este número caiu para 300 mil em 2015. Com a falta de trabalhadores, as operações de táxi também reduziram no país.

Os dados da Federação também indicam que a idade média de um motorista de táxi aumentou para 58,7 anos em 2014, em relação aos 54,9 anos em 2005.
Fonte: Alternativa

Contrata-se ninja em Aichi

A província de Aichi está recrutando um novo ninja, independente da nacionalidade, para receber treinamento e salário com benefícios

ninja em Aichi
A imagem de um ninja é de uma pessoa ativa, capaz de fazer movimentos acrobáticos. O departamento de turismo da província de Aichi busca por um novo integrante ninja, independente se sabe fazer acrobacias ou não. Se souber, melhor ainda, mas não é pré-requisito. Também não importa se é nativo japonês ou estrangeiro.

O que ela quer é que o candidato tenha capacidade de comunicação em japonês e muita vontade de ser ninja.

O grupo Hattori Hanzo and the Ninjas já tem no seu quadro 5 dessas pessoas com espírito samurai e busca por mais um.

Oferece salário de 180 mil ienes ou mais, despesas de transporte, seguro social e bônus. Os locais de atuação como ninja são no Castelo de Nagoia e no Centrair, aeroporto internacional.

A candidatura deve ser feita até 13 de março, através da página web, em japonês ou inglês.
Fonte: Portal Mie

Salário médio do trabalhador japonês subiu em 2017

O governo divulgou o salário médio do trabalhador, com aumento de 0,4% em relação ao ano anteriorsalário medio
Embora o salário médio tenha aumentado, não acompanhou a variação dos preços de energia, por exemplo, ficando 0,2% abaixo da inflação do período. O índice negativo ocorreu por dois anos consecutivos, anunciou o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, na quarta-feira (7).

O salário médio de um trabalhador foi de 316.907 ienes, incluindo as horas extras e bônus. Portanto, houve um aumento de 0,4% em relação a 2016.

Já o trabalhador regular (seishain) obteve um salário médio de 414.001, enquanto o part-time ganhou em média 98.353 mensais, igualmente superiores ao ano anterior, com 0,4% e 0,7%, respectivamente.

Para realizar essa pesquisa, o ministério enviou formulário para 33 mil empresas do país.

A proporção efetiva de oferta de emprego subiu para 1,5. Isto significa que para uma contratado há 1,5 de vagas, o mais alto nível em 44 anos. Muitas empresas vão aumentar os salários para garantir os recursos humanos.

O primeiro-ministro Shinzo Abe está pedindo às empresas aumento salarial de 3% a partir da primavera deste ano. Ainda estão em fase de negociação.
Fonte: Portal Mie com Nikkei e NHK

Programa de Apoio aos Estrangeiros para o Mercado de Trabalho

Em janeiro será o último curso deste ano fiscalPrograma de Apoio aos Estrangeiros para o Mercado de Trabalho■ O que é o Programa de Apoio aos Estrangeiros para o Mercado de Trabalho?
Trata-se de um projeto com o apoio do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social voltado aos estrangeiros que se fixaram no Japão e desejam ter um trabalho estável.

■ Qual é o conteúdo do curso?
・Língua Japonesa voltada para o trabalho
・Regras sociais e de etiqueta para o ambiente de trabalho no Japão
・Como se comportar nas entrevistas de emprego e como escrever um CV em japonês

■ O professor é um profissional de língua japonesa e presta conselhos profissionais

■ Quem pode fazer o curso?
・Teoricamente quem tem visto de “Cônjuge de Japonês”, “Visto Permanente”, “Cônjuge de quem tem Visto Permanente” e “Visto de Longa Permanência”
・Quem está procurando emprego atualmente.
・Quem está trabalhando atualmente como trabalho temporário, terceirizado ou por período pré-determinado
・Quem quer aprender japonês para utilizar em um trabalho estável no Japão
・Quem pode frequentar todas as aulas do curso sem faltar

■ Todos que concluírem o curso receberão diploma de conclusão

■ Regiões onde o curso terá início em janeiro
Aichi, Mie, Gifu, Ibaraki, Tochigi, Saitama, Chiba, Tokyo, Kanagawa, Nagano.

Mais informações, consulte o site. Inscreva-se já!

■ Programa de Apoio aos Estrangeiros para o Mercado de Trabalho:
http://www.o-hara.ac.jp/shien/fr/

■ Informações 03-6436-3687
Fonte: Alternativa

Indústria e varejo do Japão avançam e BC indica redução de estímulo

As vendas no varejo cresceram 2,2% em novembro em relação a 2016industria japaoAs indústrias e varejistas do Japão registraram crescimento acima do esperado em novembro enquanto a ata da última reunião de política monetária do banco central mostrou que os membros levantaram a perspectiva de reduzir o estímulo.

Dados mostraram que as empresas japonesas preveem mais aumento da produção industrial em dezembro uma vez que a forte demanda internacional continua a sustentar a atividade e o crescimento econômico.

Alguns membros do Banco do Japão estão encorajando o debate sobre o aumento dos juros ou a redução das compras de fundos de índices (ETF, na sigla em inglês) em resposta à melhora do cenário, mostrou um resumo de opiniões expressadas na reunião da semana passada.

Se a expectativa é de que o cenário para os preços e a economia melhore, o banco central precisará avaliar se “ajustes no nível da taxa de juros serão necessários”, disse um membro da diretoria.

Outro membro afirmou que o Banco do Japão deveria avaliar os efeitos da política monetária e os possíveis efeitos colaterais das compras de ETFs de “todos os ângulos” devido ao aumento dos preços das ações e dos lucros.

O crescimento do Japão neste ano superou as expectativas de alguns economistas e seus mercados acionários avançaram devido ao aumento dos lucros corporativos, levando alguns operadores a se questionarem se o Banco do Japão deveria reduzir seu agressivo afrouxamento monetário.

A produção industrial do Japão cresceu 0,6 por cento em novembro contra projeção do mercado de 0,5 por cento e após avanço de 0,5 por cento em outubro.

Já as vendas no varejo avançaram 2,2 por cento em novembro sobre o ano anterior, contra expectativa de aumento de 1,2 por cento, mostraram dados do governo na quinta-feira.
Fonte: Alternativa com Reuters

Yamato oferece “arubaito” de ¥2.000/h para entrega de encomendas no final do ano

Não há exigência de experiência anterior, mas os candidatos precisam ter carteira de habilitação comumKuroneko YamatoA empresa Kuroneko Yamato, especializada em entrega de encomendas, está oferecendo “arubaito” (trabalho temporário) de até ¥2.000 por hora para o final do ano em algumas regiões do Japão.

Não há exigência de experiência anterior, mas os candidatos precisam possuir carteira de habilitação comum.

A Yamato, que prevê um grande aumento de serviço em dezembro por causa das encomendas de Natal e de Ano Novo, dicidiu elevar o valor da hora trabalhada para garantir mão de obra e evitar atrasos nas entregas, como ocorreu no ano passado.

Segundo a emissora TBS, a empresa vai pagar até ¥2.000 por hora em algumas regiões de Kanagawa e Aichi, onde costuma haver falta de motoristas para fazer entregas no final do ano.

No ano passado, o valor máximo que a Kuroneko Yamato pagou de “arubaito” foi de ¥1.500 por hora, sem conseguir atrair um número suficiente de entregadores.
Fonte: Alternativa

Hospital de Shimane oferece guia médico em português

Os residentes brasileiros da cidade de Izumo podem ficar tranquilos em relação à compreensão dos serviços médicos de um grande hospital na cidade, com o guia em português

Guia de Assistência Médica shimane
O Hospital da Universidade de Shimane elaborou um guia médico em dois idiomas – português e inglês. O guia ajuda os pacientes estrangeiros que precisam usar os serviços de consulta, atendimento e exames do hospital, ligado à Universidade Federal de Shimane, em Izumo.

Para que o paciente estrangeiro não fique preocupado em razão do não conhecimento do idioma japonês, o guia explica como fazer a consulta e quais são as especialidades disponíveis no hospital. Ele traz a fotografia de cada médico e o conteúdo do tratamento que pode oferecer. São 39 especialidades, incluindo medicina homeopática e AIDS.

A cidade de Izumo tem cerca de 175 mil habitantes, segundo o levantamento de junho deste ano. Dessa população, 3.267 são estrangeiros, sendo que 2.225 são brasileiros.

A versão em português ficou pronta primeiro. Ela foi distribuída através das empreiteiras para os residentes brasileiros. Foram impressos 1,5 mil exemplares na primeira edição.

A versão em inglês ficou pronta este mês, com edição de 500 exemplares.

Serviço do hospital
Hospital da Universidade de Shimane
Endereço: Shimane-ken Izumo-shi Enya-cho 89-1
Telefone geral: 0853-23-2111
Telefone da Divisão de Assuntos Gerais (総務課) para obter um exemplar: 0853-20-2019 (em japonês)
Fonte: Portal Mie com Mainichi e divulgação

Sete aplicativos úteis para os estrangeiros que vivem no Japão

Plataformas gratuitas ajudam a entender o sistema do país e até a fazer novos amigos

aolicativos japao
Para quem vive no Japão, os smartphones podem ser de grande ajuda no cotidiano. Aplicativos sobre linhas de trens, alertas de terremotos, preço de gasolina e tantas outras ferramentas fazem toda a diferença no dia a dia e evitam pequenos problemas provocados pela falta de informação ou pela dificuldade com o idioma japonês.

Para divulgar ainda mais estas ferramentas, montamos uma lista de sete aplicativos gratuitos de utilidade, estudo e lazer. Além das sugestões da Redação da Alternativa, a lista leva também ferramentas escolhidas pela estudante de análise e desenvolvimento de sistemas Fernanda Moribayashi e o colunista de tecnologia Paulo Sakamoto.

Confira abaixo e clique no nome do sistema desejado para abrir a página do aplicativo.

1. Jorudan – IOS Android
As linhas de trem no Japão podem ser confusas, principalmente aos estrangeiros. Ao instalar o aplicativo Jorudan, você provavelmente não terá mais dificuldades de se locomover no transporte público japonês.
O aplicativo mostra as opções de trajeto até o destino, o horário do trem, preço e número da plataforma. Basta escrever a estação que está e o local que deseja ir para conferir o roteiro.

2. Yurekuru – IOS Android
Essencial para quem vive no Japão, o “Yurekuru” é um aplicativo que informa sobre a ocorrência de terremotos em todo o arquipélago, com informações baseadas nos registros da Agência Nacional de Meteorologia.
Em inglês, o usuário pode configurar o local que reside e a intensidade dos tremores que gostaria de ser notificado. Ao abrir o programa, é possível conferir uma lista dos últimos terremotos e a localização no mapa, além da variação de intensidade em cada cidade ou província atingida.

3. Gogo.gs – IOS Android
Indispensável aos motoristas, o Gogo.gs é um aplicativo que pode garantir economia de tempo e dinheiro. Ao abrir a plataforma, o usuário poderá observar um mapa local e conferir os postos de gasolina mais próximos e a variação de preços em cada um deles.

4. Meetup – IOS Android
Quer fazer amigos que tenham os mesmos interesses que você? O aplicativo Meetup pode dar uma força nesta tarefa social. A ferramenta cadastra os tópicos de interesse do usuário e busca grupos sociais relacionados. Ao entrar em um grupo, você terá acesso a um calendário de eventos, caixa de e-mail e perfil de outros participantes.

5. Kakaku.com – IOS Android
Se você está sempre procurando por bons preços na hora de fazer compras, experimente os recursos do aplicativo “Kakaku.com” (chamado de 価格.com em japonês). A plataforma compara preços de diferentes lojas e faz buscas através de código de barras, o que permite que o usuário compare o preço na loja física com as lojas virtuais.
O aplicativo está disponível apenas em japonês, mas é fácil de entender devido ao impacto visual de imagens e preços. Para quem domina o idioma, é possível acompanhar recursos como a avaliação de usuários que compraram os produtos, além de navegar com mais precisão entre as categorias.

6. Imi wa? – IOS
Quem está estudando japonês pode contar com a ajuda do aplicativo gratuito “Imi wa?” na hora de buscar o significado dos vocábulos. A ferramenta apresenta traduções em vários idiomas (inclusive português) e mostra ainda exemplos de frases com a palavra pesquisada. Há recursos para buscar kanjis pelos traços e dar destaque as expressões em estudo.

7. Human Japanese – IOS Android
Disponível em todas as plataformas e com versões gratuitas e pagas, o Human Japanese é um aplicativo completo para quem quer focar no estudo de japonês. Há gravações, animações, explicações simplificadas e tudo o que os estudantes precisam ao começar do básico.
Fonte: Alternativa

O Nihon - Curiosidades sobre o Japão

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Guia para viver no Japão

Informações sobre a vida cotidiana no Japão dos japoneses e dos estrangeiros que vivem no país.

Passagem aérea para o Japão, Tóquio, Nagoya ou Osaka

Passagens aéreas, pacotes de turismo, seguro viagem, reserva em hotel, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Viagem para o Japão

Passagem aérea e pacote de turismo para o Japão

Vaga no Japão

Vagas e notícias do Japão

Japan Rail Pass - JRP

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Visto japonês: nissei, sansei, yonsei, cônjuges e turismo

Como tirar visto japonês - contato@vistojapones.com.br - www.vistojapones.com.br

Trabalho no Japão

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Empreiteiras no Japão

Emprego - passagem aérea - tradução - visto para o Japão.

Emprego no Japão em 2018

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Aeroportos de todo o mundo

Informações sobre os principais aeroportos e companhias aéreas

Informações sobre empregos no Japão

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Passagem Aérea para o Japão - Narita, Nagoya e Osaka

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass

Pacote de turismo para o Japão e para o Oriente

Passagens aéreas, pacotes turísticos, visto japonês, venda Japan Rail Pass